quarta-feira, 18 de agosto de 2004

Animal

Gostei de te voltar ver, passado este tempo que nos modificou a vida e já sem amor, sem mágoa e sem paixão. Foi muito bom rever-te assim desta forma, bem mais saudável, bem menos intensa e sem o encantamento de outros tempos.
Olhei-te de outra maneira e reparei que andas de bem com a vida, mais descontraído e arriscava mesmo a dizer bem mais feliz.
Sorri, então, a um passado recente que o tempo por menor que tenha sido apagou decididamente aquilo que por ti sentia.

Sem comentários: