sábado, 21 de fevereiro de 2004

Abril

Ninguém me pergunte porque é que escrevo sobre o mês de Abril em Fevereiro. Não saberia responder.
Nem tão pouco sei porque é que o mês de Abril me marca de uma maneira tão especial. Mas o que é certo é que sim e será para a vida. A minha claro!
Talvez seja porque grandes amigos meus fazem anos nesse mês ou talvez não;
Talvez seja por ter sido o mês do meu primeiro beijo ou talvez não;
Talvez seja por amar a liberdade e Abril representa isso mesmo;
Talvez...

A profecia

De tudo o que Abril abriu ainda pouco se disse: um menino que sorriu, uma porta que se abrisse, um fruto que se expandiu, um pão que se repartisse, um capitão que seguiu o que a história lhe predisse.

E, entre vinhas sobredos vales socalcos searas serras atalhos veredas lezírias e praias claras, um povo que levantava, sobre um rio de pobreza, a bandeira em que ondulava a sua própria grandeza!

De tudo o que Abril abriu ainda pouco se disse e só nos faltava agora que este Abril não se cumprisse.

Ary dos Santos


Sem comentários: